Fernando Santos

APARTE

30 de julho de 2019 às 08:40
Foto: Divulgação

Uma viagem “da China”

No mesmo momento em que propõe que Caxias do Sul saia da Região da Uva e Vinho e passe para a das Hortênsias, o prefeito Daniel Guerra mandou um convite para que uma comitiva de seis pessoas, de Changzhou, na China, venha visitar a cidade, em outubro e novembro deste ano. A finalidade é “compartilhar informações entre as cidades, discutindo acordos de cooperação, principalmente, na área da educação, além de fortalecer as relações de amizade”. Talvez ele leve os chineses para conhecer os pontos turísticos de Gramado e Canela. A notícia enviada pela assessoria da Prefeitura não informa se as despesas da viagem e estada dos chineses serão pagas pelos cofres do Município. Changzhou é declarada como cidade-irmã de Caxias. A oficialização ocorreu no dia 3 de julho de 2014, quando o ex-prefeito Alceu Barbosa Velho/PDT recebeu o representante da cidade no Brasil, Ricardo Zou, que entregou um documento do governo chinês, estabelecendo a relação internacional

 

NA MIRA DO LEGISLATIVO

A ideia do Executivo em mudar de região turística poderá ser tema de uma audiência pública da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores. O pedido é do Conselho Municipal de Política Cultural. A reunião tem amparo em recente decisão judicial favorável ao PDT de Caxias, proibindo que o Município adira à Região das Hortênsias, como quer o prefeito. A determinação da Justiça é para que seja seguida a Lei Orgânica do Município e a mudança passe pelo plenário da Câmara. Ou, quem sabe, nem passe. Isso porque com apenas dois vereadores a base aliada – talvez três – fica difícil de aprovar perante uma oposição que já se posicionou contra a medida proposta pelo atual governo.

 

NA MIRA II

Outra intenção do Executivo também deverá ser tema de discussão no Legislativo. É a proposta de dividir as linhas do transporte coletivo urbano de Caxias do Sul em dois lotes na licitação que deverá começar em setembro deste ano. A notícia preocupa a vereadora Paula Ioris/PSDB. Na sessão da quinta-feira (25), ela foi à tribuna da Câmara para ponderar se a cidade comporta duas empresas. A tucana apresentou dados de que, nos últimos nove anos, o número de passageiros pagantes caiu 30%. Fato que, segundo ela, reflete nova realidade no transporte de pessoas, com a operação do sistema de transporte por aplicativos, por exemplo. A parlamentar acredita que o tema precisa ser discutido pelo Legislativo.

 

NÃO VAI NEM À NOVA PETRÓPOLIS

O vereador Arlindo Bandeira/PP se reuniu, na manhã de ontem (29), com o prefeito de Nova Petrópolis, Régis Luiz Hahn, e com o secretário de Agricultura, Lucas da Costa de Lima. O objetivo foi articular a conclusão de obras de melhorias na ponte do Cemapa, entre aquele município e Caxias do Sul. Segundo o parlamentar, Nova Petrópolis se responsabilizou pela reforma da ponte e Caxias pelo asfaltamento. Porém, mesmo convidado previamente, o Executivo caxiense não compareceu ao encontro. Com isso, Hahn se dispôs em vir à Caxias para também participar de uma reunião proposta por Bandeira com o secretário de Obras, Leandro Pavan.

 

TREVISAN PREFEITO

O presidente da Câmara de Vereadores de Farroupilha, Sandro Trevisan/PSB, assumiu, ontem, como prefeito em exercício. A transmissão do cargo ocorreu na sexta-feira (27). Trevisan exerce o cargo até esta quarta-feira (31), tendo em vista as férias do prefeito Claiton Gonçalves/PDT e uma viagem oficial do vice-prefeito Pedro Pedrozo/PSB. Como presidente em exercício do Legislativo, assumiu o 1º vice, Fabiano Piccoli/PT.