Política

PDT: Maurício Flores confirma candidatura ao Executivo

Novo presidente diz que pretende unir o partido
21 de maio de 2019 às 12:19
Foto: Facebook, Reprodução

O ex-tesoureiro do PDT de Caxias do Sul, Maurício Flores, foi eleito como novo presidente do diretório municipal, no sábado (18), na convenção do partido, realizada na Câmara de Vereadores. Ele foi eleito por aclamação, pois havia só uma chapa registrada para o pleito. O pedetista assume o cargo que era exercido na gestão anterior, pela líder comunitária, Maria Aparecida Stecca (Cida), que morreu neste mês de maio.

Flores considera promover a união da sigla como a maior missão da sua gestão à frente da Executiva. O partido tem mais de 7 mil filiados e conta com a maior bancada da Câmara de Vereadores, com quatro parlamentares. “Pretendo unir o PDT, afinal é o maior partido do Município e temos o maior número de vereadores desta legislatura. Nas eleições do ano que vem, queremos ampliar anda mais essa bancada. Não temos dificuldade de nomes e já temos um grande número de pré-candidatos”, projetou.

MAJORITÁRIA

Conforme Maurício Flores, o PDT participará com candidato próprio à Prefeitura de Caxias nas eleições de 2020. Entretanto, não citou nomes de pré-candidatos ao cargo pela sigla. Ele também é cauteloso ao afirmar que o PDT ainda não começou a alinhavar nenhuma coligação para poder voltar ao Executivo. “O PDT vai apresentar um nome à Prefeitura. Sobre a possibilidade de coligações, ela existe, mas até o momento, não chegamos a conversar com nenhum partido de forma oficial”, afirma.

O PDT esteve no segundo turno das duas últimas eleições municipais. Em 2012, com Alceu Barbosa Velho, que venceu o candidato do PT, Marcos Daneluz e, em 2016, com Edson Néspolo, que perdeu a eleição para o atual prefeito Daniel Guerra/PRB.





Publicidade