Comunidade

Otimismo dos varejistas gaúchos segue em alta

O Índice de Confiança dos Empresários do Comércio gaúcho manteve, em março, a curva ascendente e alcançou 125,7 pontos, elevação de 14%
08 de abril de 2019

O Índice de Confiança dos Empresários do Comércio gaúcho manteve, em março, a curva ascendente e alcançou 125,7 pontos, elevação de 14% sobre o mesmo período do ano passado. A pesquisa, divulgada pela Fecomércio-RS, indica que o empresariado gaúcho está confiante na estabilidade e melhora da economia e quer retomar as contratações.

O indicador que mede as condições atuais é o melhor desde maio de 2012, com 109,2 pontos. Avançou 22% em relação a março de 2018, indicando aumento do otimismo do setor não só com o mercado, mas também com os seus negócios. As expectativas quanto ao futuro também são boas. Segundo a pesquisa, este indicador marcou 161,5 pontos, aumento de 6,9% na comparação com março de 2018, sendo também o maior desde maio de 2012. “O empresariado está confiando que 2019 será um ano bom. Entretanto, a confiança não é alta suficiente para destravar o investimento", avalia o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn. A análise de Bohn se sustenta no indicador que avalia os investimentos. Em março, na comparação com fevereiro, houve recuo para 106,3 pontos, mas manteve-se acima do registrado no terceiro mês de 2018. O subindicador que tem contribuído para que este indicador permaneça em patamar otimista é a contratação de funcionários, que marcou 125,6 pontos em março. O de investimentos, por sua vez, segue na linha pessimista, com 93,6 pontos.