Comunidade

Mercado de trabalho tem primeiro saldo negativo no ano

25 de abril de 2019 às 12:44
Foto: BD

O fim da safra agrícola foi determinante para a redução de vagas formais, em Caxias do Sul, em março, o primeiro saldo negativo do ano. A agropecuária foi responsável por 290 dos 373 empregos fechados no mês passado. O saldo do ano segue positivo, com 2.950 novos postos; o mesmo ocorre em 12 meses, com 4.327. Os dados foram divulgados nesta quarta (24) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, e tabulados pelo Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul.

Com exceção da indústria da transformação, que gerou 25 novos postos em março, os demais setores reduziram seus quadros formais. O comércio fechou 46 vagas; a construção civil, 39; e os serviços, 39. No trimestre, a indústria de transformação tem saldo positivo de 1.522 vagas; os serviços, 862; a agropecuária, 364; a construção civil, 122; e o comércio, 69. O saldo de 12 meses é positivo na indústria, com 3.062; nos serviços, 1.047; e, no comércio, 344. Variações negativas são registradas na agropecuária, 60; e, na construção civil, 47.