Cidades

JUDICIÁRIO: Servidores avaliam indicativo de greve

O Sindicato dos Servidores do Judiciário do Rio Grande do Sul programou assembleia geral para esta sexta (15) para deliberar sobre indicativo de greve e mandado de segurança contra o
14 de março de 2019

O Sindicato dos Servidores do Judiciário do Rio Grande do Sul programou assembleia geral para esta sexta (15) para deliberar sobre indicativo de greve e mandado de segurança contra o presidente da Assembleia Legislativa. A assembleia ocorrerá no Everest Hotel (Rua Duque de Caxias, 1357, em Porto Alegre), com primeira chamada às 13h e segunda às 13h30.

O movimento decorre da não aprovação pela Assembleia do reajuste parcial de 5,58%, falta de equiparação do vale-alimentação no mesmo patamar dos magistrados e luta contra a aprovação de projeto que extingue a carreira de oficial escrevente. Segundo Marco Aurélio Ricciardi Weber, coordenador geral da entidade, os servidores estão organizando caravanas de várias comarcas do estado para se deslocaram à capital e debater sobre a questão. O sindicato realizou uma consulta por telefone com servidores de uma centena de comarcas sobre a posição de greve e a maioria respondeu de forma afirmativa.