Cidades

INFRAESTRUTURA: Vereadores recorrem ao MP para o conserto de ponte

Bueno e Girardi entregaram documentos e registros fotográficos
05 de junho de 2019 às 13:07
Foto: Divulgação

Os vereadores Rafael Bueno/PDT e Kiko Girardi/PSD se reuniram na tarde desta terça-feira (4) com o promotor de Justiça Adrio Gelatti e solicitaram providências em relação às péssimas condições de uma ponte localizada no Arroio Santinha, na região da Mulada, no distrito de Criúva, interior de Caxias do Sul. O tema já foi levantado diversas vezes nas sessões do Legislativo, sem que providências tenham sido tomadas pela Prefeitura. "Muitas pessoas têm nos procurado temendo que ocorra uma tragédia na travessia da ponte, principalmente devido à utilização por veículos de transporte escolar, que passam pelo local ao menos quatro vezes por dia", destacou Bueno, lembrando que motoristas de vans têm parado antes da ponte e solicitado que estudantes façam a travessia a pé por temer algum acidente.
Kiko também tem recebido queixas de moradores e destacou que as secretarias de Obras e Meio Ambiente estão cientes da situação. "A degradação da ponte é evidente, conforme informações que recebemos e registros fotográficos que apresentamos ao Ministério Público. Os riscos são graves", comentou.
Bueno ainda reforçou que o tema é de suma importância devido à preocupação constante com a segurança de moradores e motoristas. Por isso, em razão do apelo público, os parlamentares solicitaram que o Ministério Público (MP) abra procedimento para investigar os motivos pelos quais providências não são tomadas.
O promotor remeterá ofício às secretarias mencionadas para que informem como está sendo feito o monitoramento da ponte e qual o planejamento visando à solução, além de estudos sobre os impactos de risco no local. Segundo Gelatti, o poder público tem prazo de 10 dias para trazer as respostas, mas esse período pode ser ampliado. "Conforme as manifestações, decidiremos se haverá instauração de inquérito por omissão ou demora na resolução do problema", ponderou o representante do MP, titular da 2ª Promotoria de Justiça Especializada.

 

Reforço em Santo Homo Bom

 

A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos iniciou na segunda-feira (3) a construção de uma parede de concreto junto a uma das cabeceiras de uma ponte localizada em Santo Homo Bom, no distrito de Fazenda Souza. A obra está sendo realizada em função do tempo seco, já que o excesso de chuva das últimas semanas elevou o nível da água e impediu o trabalho. O objetivo é liberar o trânsito de veículos enquanto a pasta projeta a nova estrutura que será instalada no local. A previsão é que o trabalho seja finalizado em 15 dias, dependendo das condições climáticas adequadas.

A nova ponte terá 15 metros de comprimento e será construída mais alta a fim de facilitar o escoamento da água em períodos de cheia. O ponto fica às margens da Estrada Municipal Orlando Ballardin sobre um pequeno curso de água. O local foi interditado em 24 de maio a fim de evitar acidentes após a ruptura de uma das cabeceiras. A situação ocorreu devido às frequentes chuvas que afetaram fortemente a região nos últimos meses.