Variedades

Fenavinho escolhe soberanas no sábado

Na noite deste sábado (6), a partir das 19h, os holofotes estarão voltados para as 18 candidatas que disputam a condição de imperatriz e damas de honra da 16ª Fenavinho,
04 de abril de 2019

Na noite deste sábado (6), a partir das 19h, os holofotes estarão voltados para as 18 candidatas que disputam a condição de imperatriz e damas de honra da 16ª Fenavinho, que ocorrerá em conjunto com a Expobento, no período de 3 a 13 de junho. A organização é do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG), entidade à frente da retomada da Fenavinho e promotora da 16ª edição.

O compromisso com a valorização dos elementos históricos aparece já na escolha do local que acolhe a programação: o Parque de Eventos, onde ocorreu a primeira edição da Fenavinho, em 1967. Essa viagem pelo tempo aparece, também, nos trajes utilizados pelas postulantes ao reinado. As vestimentas vêm carregadas de história, expressa pelo design simplista dos cortes, em cores que remetem à cultura da vinha. O figurino comum a todas as candidatas será composto por uma saia bordô e uma camisa branca que remonta à essência dos primeiros vestidos.

Às eleitas, a Fenavinho reserva um regalo ainda mais carregado de simbolismo: as tradicionais faixas que empossam as soberanas foram projetadas para compor uma mensagem traduzindo o que é a essência da festa. "As cores, que são as dos vinhos, e o ouro, que significa a opulência do município, guiam o design. Aliado a isso, entra a criatividade com desenhos de garrafas, taças e outros elementos típicos", descreve o estilista Juan Isasa.

Também as coroas, passadas de corte em corte, e há mais de uma década compondo a ornamentação que identifica as soberanas, foram revitalizadas para este ano. As peças símbolo da nobreza foram projetadas pelo professor de artes plásticas e decorador Henry Angelo Dalla Coletta (In memoriam) e confeccionadas por uma fábrica especializada em joias de Guaporé.

Protagonista da festa-mãe de Bento Gonçalves, o vinho também é estrela de adornos que embelezarão a corte. Ele é a matéria-prima do conjunto de acessórios, composto por brincos, anéis e pingentes, destinado às soberanas. As peças são feitas a partir do bitartarato de potássio, um subproduto da fabricação da bebida retirado de pipas que armazenam o vinho. Quem assina a confecção é a Enojoias – Diamantes do Vinho, de Tuiuty.

O desenvolvimento dos adereços é de Patrícia Pedrotti, idealizadora do projeto. "Pensamos em características que levem os traços da Fenavinho, especialmente da parte do metal, com grãos de uva e elementos de parreirais", destaca. As joias passam pela modelagem e são impressas em 3D. Após, são realizados os processos de fundição na prata e folheamento em ouro.

Como será a escolha

A eleição da imperatriz e suas damas de honra caberá a um júri composto por sete integrantes, todos vindos de fora do município e representantes do setor vinícola, da moda e da imprensa. Os nomes somente serão conhecidos na noite da escolha. Uma das presenças já anunciadas entre os jurados é a de Sandra Guerra, primeira imperatriz da Fenavinho.

A escolha se dará a partir de dois momentos de avaliação: a entrevista, que ocorre no sábado à tarde, exclusivamente para o júri; e no desfile. A noite também será de despedida da imperatriz Kelly Scanagata e das damas de honra, Carine Pedrotti e Gabriela Bottega, soberanas das 15ª edição.

Além de assistir ao desfile, quem participar da festa poderá degustar  vinhos, espumantes e sucos de uva elaborados pelas melhores vinícolas da região, acompanhados de delícias da gastronomia local. Os ingressos, ao preço de R$ 15 e limitados, estão à venda no CIC-BG. Não haverá comercialização na noite da escolha.





Publicidade