Economia

EXPECTATIVAS: Relatório sugere otimismo cauteloso

Piccinini apresentou tendências de cenários
28 de maio de 2019 às 12:59

O Conselho Temático de Economia e Finanças da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) sintetizou os assuntos de maior relevância da conjuntura econômica em um documento divulgado nesta segunda-feira (27) pelo conselheiro Joarez Piccinini. Na chamada “Carta Econômica do 1º trimestre/2019”, os conselheiros analisam o desempenho das principais economias mundiais, traçam cenário de curto e médio prazo para economia brasileira e apontam os principais aspectos que interferem na atividade econômica a fim de apoiar as empresas associadas no entendimento dos impactos nos negócios e na gestão. Além disso, vai ao encontro dos esforços da entidade na busca pela disseminação de informação e conhecimento.

Entre as tendências apontadas estão a continuidade de atividade econômica moderada, com previsão de alta do PIB de aproximadamente 1,5% para 2019; inflação em leve redução, com meta de 4,25%; redução das expectativas; possibilidade de viabilização de importantes reformas (Previdenciária e Tributária) e privatizações, permitindo expressiva redução do custo Brasil; e otimismo cauteloso. Outro aspecto destacado no documento são as recomendações à classe empresarial para embasar a tomada de decisões, especialmente em função do impacto provocado pelo projeto de Reforma da Previdência. Entre elas, especial atenção às oportunidades para investimentos.