Política

CASO MAGNABOSCO: Procuradores percorrem gabinetes de ministros

Os procuradores Moser Copetti de Gois, Karin Comandulli e Ana Cláudia Doleys Schittler, do Município de Caxias do Sul, estão em Brasília desde esta segunda-feira (25) para
26 de março de 2019

Os procuradores Moser Copetti de Gois, Karin Comandulli e Ana Cláudia Doleys Schittler, do Município de Caxias do Sul, estão em Brasília desde esta segunda-feira (25) para participar de encontros com ministros do Supremo Tribunal de Justiça (STJ). O objetivo é mobilizar os magistrados a respeito do julgamento do Caso Magnabosco, marcado para esta quarta-feira (27), às 9h, no STJ.

Já estão agendados encontros com os ministros Napoleão Maia Filho e Francisco Falcão, além dos assessores dos ministros Og Fernandes e Regina Helena Costa. Os representantes do Município ainda irão diretamente ao gabinete dos demais ministros para tentar agendar reuniões até esta terça-feira (26).

Nas reuniões, os servidores mostrarão dados, pesquisas e estudos para sensibilizar os ministros de que Caxias do Sul não deve e não pagará nenhum valor à família em questão. Também apresentarão diferentes decisões da Justiça favoráveis ao Município em relação ao caso e documentos que comprovam a grave situação em que Caxias do Sul ficaria caso o resultado do julgamento seja contrário à Prefeitura. No dia do julgamento, a sustentação oral será feita pelo advogado Jorge Galvão, do escritório Ilmar Galvão, contratado pelo Município, ainda na administração de José Ivo Sartori.