Fernando Santos

APARTE

20 de maio de 2019 às 08:40

Mudança ronda o Centro Administrativo

 

Seja para a esquerda ou para a direita, o resultado da pesquisa do Instituto Paraná, divulgada esta semana, revela que, pelo menos, em Porto Alegre, a direção do eleitor poderá ser a mudança, pela segunda eleição seguida. Isso porque, na pesquisa estimulada, a candidata Manuela D’Ávila/PCdoB despontou na frente do atual prefeito Nelson Marchezan Júnior/PSDB nas intenções iniciais de voto às eleições do ano que vem. Em Caxias do Sul, ainda não foi realizada nenhuma pesquisa. Assim como na Capital, o atual prefeito, Daniel Guerra/PRB, deverá concorrer à reeleição. Entretanto, as constantes derrotas no plenário da Câmara e o descontentamento de várias categorias sociais – os vereadores que as acolhem - levam a crer que ele corre o risco de entregar o cargo para a oposição, a partir de 1º de janeiro de 2021. A volta de Renato Nunes/PR ao Legislativo não foi em vão, pois o líder de governo, Elisandro Fiuza/PRB, não tem o jogo de cintura e a experiência necessária para defender um governo tão assolado por decisões polêmicas. Nunes adotou a estratégia de desmoralizar a oposição.

 

ABRINDO HORIZONTES

 

O governador Eduardo Leite/PSDB está, desde esta sexta-feira (17), em Londres, na Inglaterra. Isso depois de quatro dias de agendas em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Junto com os secretários da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso, e de Meio Ambiente, Artur Lemos Júnior, ele participou de reunião-almoço com os diretores do Credit Suisse, com a finalidade de atrair investidores europeus. Assim como nas reuniões nos Estados Unidos, Leite falou sobre as medidas de reestruturação adotadas no governo, destacou as potencialidades do Estado e apresentou as principais opções de parcerias com o setor privado. Neste sábado (18), o governador participará de um dos painéis do Brazil Fórum UK 2019, na British Academy.

 

ARTICULAÇÃO

 

A presidente da Comissão de Segurança Pública e Proteção Social do Legislativo caxiense, vereadora Paula Ioris/PSDB, se reuniu, nesta sexta-feira (17), em Porto Alegre, com representantes da Secretaria Estadual de Planejamento. O motivo foi articular uma parceria público-privada para a construção de um novo presídio no município. Outra articulação foi para outra PPP, essa para construir um prédio para centralizar os serviços prestados pelo governo do Estado, como, por exemplo, o IPE e o posto de identificação do Instituto Geral de Perícias. Segundo ela, instalados em locais precários. A comissão fará uma proposta para avaliação da secretaria.

 

MANTENDO O CLIMA

 

Levando-se em conta a pauta e uma convocatória, na próxima semana, o clima no plenário deverá se manter aquecido. Isso porque, na sessão de terça-feira (21), às 10h, está marcada a participação da presidente da Fundação de Assistência Social, Rosana Menegotto, para prestar esclarecimentos sobre a política da gestão para as pessoas em situação de rua. A convocação partiu do presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania, vereador Rodrigo Beltrão/PT. Na Ordem do Dia, os vereadores apreciarão o veto do prefeito Daniel Guerra/PRB ao projeto de lei da vereadora Denise Pessôa/PT, que institui e regulamenta o Programa de Cooperação entre o Executivo e órgãos universitários para o desenvolvimento de atividades de extensão voltadas à formulação e avaliação de políticas públicas. Os parlamentares também votarão requerimento de autoria coletiva, que pede informações ao Executivo sobre o Programa de Recuperação Fiscal/2019 para pessoas físicas e jurídicas em dívida ativa com o Município.